Águas subterrâneas: estratégia para a sua gestão

Realizou-se no dia 9 de maio, na APA, a sessão temática "Águas subterrâneas: estratégia para a sua gestão".

As águas subterrâneas têm desempenhado um papel crucial, nomeadamente em períodos de seca, devido à sua capacidade de regularização interanual, conseguindo suprir as necessidades de água das populações, e também de outros setores de atividade. Contudo, face à diminuição dos eventos pluviosos ao longo dos últimos anos, importa ter presente que esta situação se repercute na diminuição da recarga das massas de água subterrâneas, pelo que se torna imperiosa uma estratégia de gestão adaptada a esta nova realidade.

Assim, e tendo em conta que os problemas atuais a nível das águas subterrâneas se centram nos aspetos quantitativos, com diminuição da recarga dos aquíferos e aumento da procura de água, e na degradação da sua qualidade da água, resultante da contaminação de nitratos de origem agrícola, torna-se importante a existência de estudos que permitam fundamentar as decisões e auxiliar em termos de planeamento e gestão das águas subterrâneas.

Neste contexto, foram ainda apresentados 2 estudos que a APA promoveu:

- “Desenvolvimento de métodos específicos para a avaliação da recarga nas massas de água subterrâneas para melhorar a avaliação do estado quantitativo” - pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto

 

- “Metodologia para avaliação da evolução da qualidade das massas de água subterrâneas nas zonas vulneráveis aos nitratos de origem agrícola no âmbito da Diretiva Nitratos e da Diretiva Quadro da Água (Zonas Protegidas)” - pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

 

Consulte o programa.

 

 



Aceda abaixo às apresentações da sessão:

Águas subterrâneas, um recurso estratégico

Desenvolvimento de métodos específicos para a avaliação da Recarga das Massas de Água Subterrânea, para melhorar a avaliação do estado quantitativo

Estado Quantitativo e Químico das Massas de Água Subterrâneas

Licenciamento e Fiscalização

Programa de medidas do 2º ciclo planeamento e monitorização

Zonas de infiltração máxima

Metodologia para avaliação da evolução da qualidade das massas de águas sibterrâneas nas zonas vulneráveis aos nitratos de origem agrícola no âmbito da Diretiva Nitratos e da Diretiva Quadro da Água