Passar para o conteúdo principal

Melhorar a confiança nas decisões durante a gestão da emergência é um objetivo fundamental do processo de decisão. Esta exigência implica uma necessidade de combinar características técnicas e organizacionais para produzir um conhecimento base, partilhado entre os vários intervenientes e que suporta as ações coletivas na resposta à emergência.

A gestão de emergências radiológicas tem por objetivo garantir que existe o planeamento e a resposta adequadas para fazer face a uma potencial situação de emergência radiológica seja a nível local, regional, nacional e, quando apropriado, a nível internacional.

A gestão de emergências radiológicas deve garantir também a capacitação dos profissionais de saúde para a resposta a esta tipologia de emergência, incluindo a identificação e diagnóstico precoce de situações de exposição acidental. Deve igualmente avaliar potenciais situações de exposição de emergência e a resposta eficaz a situações de exposição de emergência relacionadas com práticas ou eventos não antecipados.

A responsabilidade pela gestão de emergências radiológicas (inclui planeamento e resposta) é partilhada entre a APA, as entidades competentes de proteção civil, a Autoridade de Saúde Nacional e os titulares.